sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

o silêncio é a chave de muitos enigmas !

desliguei o telemóvel , desliguei-me de tudo á minha volta . dei por mim apenas a olhar para o (meu) pulso , que ainda á bem pouco tempo se encontrava preenchido (tal como eu) , levaste o que era teu , mas e agora ? agora está vazio , tal como me sinto neste momento . sinto-me vazia , sinto-te sem uma parte de mim , sinto-me em baixo , sem forças , pronta a desistir , coisa que 'nunca' faço , coisa que não faz parte da minha filosofia de vida . preciso de te dizer tanta coisa , que não me sai nada , tenho tanto para te pedir que nem o consigo fazer , tenho tantas perguntas para as quais nem sei se quero ouvir resposta . queria-me apenas ficar pelo silêncio , porque sempre me disseram que o silêncio é a chave de muitos enigmas , mas nem isso consigo . o único silêncio que oiço agora é o das tuas palavras , porque de resto contínuo a ouvir o teu coração bater perto do meu , continuo a ouvir o teu riso , a ouvir a tua voz ao meu ouvido , oiço também as minhas lágrimas a cair como se não tivessem fim , embaçam-me os olhos e mal vejo o que escrevo , oiço os meus soluços de estar tão assustada por não perceber o que se passa comigo , o que se passa á minha volta . foi como voltares a tirar-me o que em tempos fizeste questão de dar ! foi como me tirares o chão que tenho debaixo dos pés . mas agora ? agora diz-me . como estamos ? como ficamos ? quer dizer (...) será que ainda existe um nós ? porque a última vez que isso me pareceu existir foi quando hoje te abraçei , já sem forças para mais e em quanto as lágrimas me escorriam pela cara , te olhei nos olhos e disse : 'não tens noção de como eu preciso de ti , não mesmo !' e depois disso , larguei-te e assim ficámos , seguis-te o teu caminho e eu segui o meu - e foi a última vez que te vi (hoje) .

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

ficas ou vais ?


já te disse que me cansas ? que me tiras as forças e que me continuas a fazer chorar ? que me fazes ter vontade de fugir daqui para fora ? para bem longe daqui , mesmo . onde pudesse começar a tão falada e necessária vida nova . onde é certo que muita coisa desta vida continuava igual , onde pessoas do meu dia-a-dia continuavam a existir , mas onde tu já não me conseguias fazer mal . porque é isso que me estás a fazer neste momento ; estás-me a fazer mal ! a causar-me insónias , nostálgia , arrepios , angústia , saudade , um enorme e estranho sentimento que nem eu sei descrever (…) ! fico passada comigo mesma . como é que ainda me consegues fazer delirar ? como é que ainda não esqueci o teu perfume ? como é que continu-o a ouvir o teu nome , e a olhar para trás cada vez que oiço algo , ou uma voz que me faça lembrar-te ? como é que ainda podes ser tão importante e estar tão presente no meu dia-a-dia ? como é que continuas a ser das melhores pessoas da minha vida ? explica-me ; explica-me , porque estou a ficar seriamente zangada comigo mesma . dá-me explicações , ou então desaparece . fica e pega-me na mão , ou então não voltes a recordar-te em mim . abraça-me , ou então cada vez que passares por mim , sê o mais discreto possível . faz-me rir , ou então , pelo menos não me faças chorar . fica comigo , ou então (…) ou então diz que acabou , e vai-te , vai-te embora e leva tudo o que é teu/nosso contigo ! porque as nossas recordações , eu guardarei sempre . MAS É NO CORAÇÃO ! - obrigado por tudo o que já me proporcionas-te , tubbie .

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

melhoramiga !

és um sempre ! és das melhores pessoas do mundo .
ás vezes pergunto-me pelo porquê da minha existência , pelo porquê de todas as coisas , pelo porquê de tudo o que me rodeia , mas principalmente o que faço eu aqui (?) , mas olho á minha volta e vejo-te a ti ! e aí todas as minhas dúvidas se tornam muito mais simples , muito mais claras , faze-las desaparecer , até . porque tu tens esse efeito em mim , esse efeito de me mostrar o valor da vida , o valor de tudo , ensinas-me a ser feliz , e tal como nunca me hei-de cansar de dizer , és a minha vida , e só por isso , posso dizer que me sinto concretizada , e posso gritar ao mundo que sou feliz . sem dúvida que tal como dizes , não precisamos de andar a toda a hora a chamarmo-nos 'melhor amiga' , porque sabemos bem o significado disso e não é por o andarmos a repetir sempre que algo muda , mas sabemos também que em períodos de altos e baixos , de guerras e paz , de choros e risos , de tranquilidade e de turbulência , de desesperos e de calmaria , (...) sempre lá estivemos uma para outra e aí sim , sabemos o grande valor de o chamar-mos mutuamente ! sempre partilhámos tudo mesmo , até cada dos nossos sentimentos , e nem tem explicação possível : rir , chorar , partilhar segredos , brincar , gritar , sonhar , dar a mão , limpar lágrimas , completamo-mos . fazes-me feliz , contínua a deixares que eu faça o mesmo contigo ! independentemente de tudo , independentemente do ontem ou do amanhã , independentemente de muitos obstáculos , independentemente dos nossos erros , ou dos nossos momentos menos bons , TU SERÁS SEMPRE TUDO , serás sempre o meu orgulho ! já são quase 13 anos a chamar por ti , a olhar-te nos olhos e ver que estamos a sorrir juntas , e que juntas venceremos tudo e todos . tudo o que te posso dizer é que : a vida tem 2 vogais e 2 consoantes , no total são 4 letras ; mas sabes ? posso resumí-las em duas : TU !

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

melhor amigo , happybirthday !

PARABÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊS VELHO ! <3


ora bem : 7 de Fevereiro de 1992Tratado de Maastricht: assinado em Maastricht o tratado que institui a União Europeia ( lembraste de aprendermos isto juntos ? tu chamavas-lhe o mais triste :o ) , 7 de Fevereiro é o 38º dia do ano no calendário gregoriano . Faltam 327 para acabar o ano (328 em anos bissextos ) estou brincando , não te vou imitar ! nem sei bem o que te dizer . se que contínuas a ser uma parte de mim , ou se que tenho saudades tuas ! pelo menos acho que sabes ambos , só quero continuar a reforçar a ideia para que nunca te esqueças . não quero de todo fazer-te um texto todo cutxizito , até porque as coisas não estão para isso , sabes bem . mas também muito menos te quero massar com um testamento , queria apenas fazer algo diferente , tal como fizeste comigo , e me fizeste delirar (…) tenho mesmo saudades desses NOSSOS tempos . e pensar que á 16 anos , decidiu a D. Rosa Maria O. Parente Ribeiro contribuir para a minha felicidade , e fazer-me um bixito como tu , mas quem devia estar de parabêns era ela , velho ! sabes que estou a brincar . odeio quando passas por mim e nem me falas ! odeio que me deixes para último plano ! odeio que sejas seco ! odeio que te faças de engraçadinho . odeio que te armes em convêncido ! odeio que sejas parte de mim ! odeio muita coisa , (a) mas amo-te , amo-te por tudo o que és melhor amigo ! e nunca te esqueças disso , porque independentemente de tudo o que ultimamente se tem passado , acho que sabes bem que por muitas más fases que tenhamos , tu serás sempre TU , serás sempre TUdo . voltas-me a dar a mão e mostrar o mundo ? faz com que o nosso verão volte . volta a preocupares-te comigo , ainda mais de que contigo . volta a gritar ao mundo que (…) que nem eu sei o que aquilo era . volta a sorrir para mim , e a fazer-me sorrir , rir , a fazer-me feliz ! volta abraçar-me e fazer sentir o teu coração ! volta , voltas ? :x ( lamento mesmo hoje estar desinspirada ! ) ó ranhoso , não sei que te dizer . não sei mesmo , mas quando estiver inspirada prometo que te faço alguma coisita mais fofita @ olha , olha , agora vou tomar banhão , e vestir o pijamão , porque já estou farta de estar aqui a escrever-te e tu nem mereces , parvalhão , e eu amo-te muitão , e eu não sou como tu e não vou ter com o marc'zão :o (a) - ahah , gosto muito de gozar contigo . e é óbvio que não me tinha esquecido . olha , olha : sabes que te amo melhor amigo , obrigado por tudo ! :x <3

sábado, 5 de fevereiro de 2011

second-family (?)



alguns de nós , alguns dos meus ! ( falta grande parte . )
queria muito conseguir descrever o que sinto . mas não consigo . secaram-se lágrimas , fez-se silêncio , calaram-se gritos , perdeu-se o ritmo a tudo . agora oiço apenas o eco do meu coração bater , o eco de como se estivesse vazio , e inofensivelmente frágil . apartir daí não sei por onde começar . se por todas as coisas lindas que me vêm á cabeça e por o qual já passamos , ou se no que isto se tornou , melhor : no que tornaram isto . aquilo a que chamámos o nosso grande orgulho , tornou-se no meu pequeno pesadelo . em tempos o que me fazia sorrir , ultimamente faz-me chorar . chorar por ter chegado ao limite , por sentir que já não faço falta , por saber que fui substituida , que já não há diferença comigo ou sem mim , de saber que tudo aquilo que ajudei a criar , vai acabar por morrer nas mãos de tantos outros gananciosos que não sabem o que aquilo significava para mim . sinto-me triste , muito embaixo mesmo , só de pensar que desisti ( coisa que só faço quando não há outra escolha , mesmo ) , e secalhar foi melhor assim , mas por enquanto só penso que ainda não consigo acreditar que o fiz , e que isto está acontecer . talvez esteja a dar a minha parte fraca , talvez esteja até a ser uma desilusão para alguém , mas acabou (…) não dá mais . andei eu 7 anos a construir algo que acabo por desistir ? uma força ? uma união ? uma cumplicidade ? uma partilha ? um grupo ? uma segunda-família ? um orgulho ? um sorriso ? algo que me proporcionou um verão óptimo ? o que eu chamava de parte de mim ? o meu passatempo ? algo em que depositei tudo de mim ? algo que ajudei a construir ? algo a que dei nome ? algo que me fazia sorrir ? onde passei grande parte do meu tempo e partilhei tudo de mim ? QUÉ DE MIM QUE ACREDITEI , QUE ACREDITAVA COM TODA A MINHA FORÇA NISTO TUDO ? mudaram-se pessoas , mas foram sempre insubstituiveis . aarece que agora , chegou a minha vez de saltar fora . pelos vistos fui das que rapidamente foi substituida . já o fiz , saltei . cai , magoei-me , chorei , mas hei-de conseguir pôr-me de pé outra vez ! e ai , vou gritar para quem me quiser ouvir : desisti não por ser fraca , por não querer lá andar , por não gostar daquilo e de vocês , mas apenas porque me roubaram as forças e se fizeram de protagonistas de tudo , porque me substituiram como eu nunca pensei que fossem fazer , fui até talvez : traída . lamento a forma como desisti de tudo , e se fui cobarde , lamento ainda mais . mas agora chegou ao fim (…) ACABOU E POR FAVOR NÃO VOLTEM A CHAMAR POR MIM !

sophie white .

por : sofiab - alentejo .

gosto do laranja , do cinzento , do azul petróleo e do branco . adoro campismo e quando era mais nova fazia todos os anos . adoro roer palhinhas . agarro-me muito a recordações . adoro quando se aproxima o verão e sei que vou logo para quarteiralinda . gosto muito de dormir no sofá . adoro o pôr-do-sol . já corri muitas praias , mas a PRAIA DO GALÉ em albufeira , fascina-me mesmo . gosto quando chego a casa e me apetece ir correr . adoro falar alto . uso sempre muitos acessórios – pulseiras , brincos , relógios . gosto de ouvir música . adoro fazer viagens grandes com bons destinos . já me chamaram muita coisa tal como : selvagem , otária , índia , alma-gêmea , sapuca , loira rabita , anuscas , russa de má pêlo , anita , cadela , vida (…) - são os que me lembro . adoro dormir com tudo fechado , mesmo no escuro . adoro fazer compras . gelados , pipocas , gomas , chocolates , crepes , panquecas , chupa-chupas , pastilhas , tsh , NEM VOU FALAR , SEQUER . vodka preta e safari-cola . fotografias e recordações por muito banais que sejam , tenho um baú delas . tenho destinos de sonho como : dubai , quénia , tunísia , texas (…) mas tenho o sonho de dar a volta ao mundo . quando prometo uma coisa , cumpro ! ( pelo menos quando só depende de mim ) . adoro correr á beira-mar e ficar na praia até super tarde . adoro ir passear a guapa . sou preguiçosa . gosto de fazer as coisas á minha maneira . amo que me mimem , de todas as formas – abraços , palavras ao ouvido , beijos , mãos dadas , olhares (…) . afeiçou-me facilmente a coisas e pessoas e depois morro de saudades . para além de portugal , já fui a 3 países : alemanhã , itália , aústria . adoro ouvir e contar histórias . comer pipocas e ver filmes bem enruscadinha no sofá ? gosto mesmo . adoro chegar á praia bem cedinho sentar-me na toalha e sentir aquele cheiro do mar , logo pela manhã , fascina-me . cavalos , adoro cavalos ! tigres e cães também . gosto de me emocionar e fazer emocionar . amo relógios . adoro que os outros cozinhem para mim . gosto de ir aos jogos do meu puto e dar por mim aos berros . amo os domingos em família . já passei bons momentos , e nem consigo eleger um , mas para bons momentos é com a melhor amiga ! gosto de homenagear as pessoas . gosto de oferecer e receber prendas . quando era mais nova roí-a as unhas , mas agora já não o faço – só mesmo quando me passo a sério ! adoro chatear o meu irmão e enche-lo de areia . gosto de piscina . festa e convívio , é comigo . adoro coisas antigas , antiguidades . dormir ? ahah , também é comigo . adoro a natureza . não me imagino sem ver as coisas á minha volta .tenho um estilo de vida muito próprio , e orgulho-me disso . sou muito sonhadora e por vezes isso torna-se num defeito . estou sempre noutro mundo . sou super esquecida . gosto de arranjar razões e explicações para tudo , até porque tenho sempre de o fazer . não consigo ver pessoas ou até animais a sofrer perto de mim , mas por outro lado , tenho sempre de os ajudar .
           ISTO É SÓ O QUE ME VEIO Á CABEÇA , AINDA FICOU MUITO POR DIZER (…) !

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

já chega ?


estou um bocado cansada , e sinceramente nem estou com muita força para aqui estar , mas tal como já te provei eu quando quero , arranjo a tal força , luto e consigo vencer , e como quero e preciso de te dar a intender algumas coisas , vou continuar aqui e mais uma vez para ti . e voltando atrás estou cansada , não só físicamente , mas também psicológicamente e talvez esteja até cansada de ti e das tuas atitudes de garoto .
áhn , também tenho sono , e metade de mim quer ir dormir . mas antes pelo contrário a outra quer continuar aqui , continuar a ser burra e perder tempo contigo . ( e eu que sempre disse que tempo contigo nunca era perdido -.- ) qué de mim que acreditava nisso ? qué de mim que te dava força e razão em tudo ? qué de mim que chamava por ti , que todas as noites chorava a perguntar-me ' e ele ? será que ele está bem ? Como é que lhe terá corrido o dia ?' continuava-me a preocupar mais contigo , do que até do que comigo . ainda agora acho que é assim . qué de mim que dizia que não sabia viver sem ti ? qué das nossas recordações e lembranças , qué das nossas memórias que até 'sozinha' me faziam continuar a lutar ? que merdas de questões . mas á força tive que aprender que a vida muda , e que algumas pessoas se substituem , não que eu tenha de te substituir , mas sim que fui substituida e que a tua vida , foi dessas que mudou . não só a tua , mas também a minha , e não só as nossas vidas , mas também ambos . e eu que pensava que era dependente para tudo , mas infelizmente tens-me mostrado o contrário que de dependente não tenho nada . mas por muito que queiras continuar a baixar a cabeça quando passas por mim , eu já me fartei disso ! fartei mesmo , e culpa tua , minha , nossa , ou de nenhum , acho que cheguei ao limite . lamentadamente continu-o com saudades tuas ! mas também te digo lamentadamente ou não : deixei de falar de ti e de dizer o teu nome . deixei de o desenhar no espelho da casa-de-banho , quando o vapor inunda todas as superfícies . em vez disso tenho o coração embaciado de dúvidas e o olhar desfocado pelo teu absurdo silêncio . o olhar de quem aprende a adaptar-se a uma luz desconhecida , a uma nova realidade .