terça-feira, 17 de abril de 2012

gostava que lessem, mesmo sendo um pouco extenso*

hoje sinto-me preparada para falar deste assunto, até que em fim. talvez nunca o tenha feito por vergonha, mas principalmente por dor! dói muito, psicologicamente e fisicamente. cá vai, aos poucos.
eu tenho uma avó especial, ou pelo menos assim o acho. fui criada desde cedo com ela sempre nos meus dias, e como não é de estranhar ela é um grande pilar da minha vida.
é uma avó moderna, que evolui-o com o passar dos anos, é estravaganza, e manda(va-me) um sms todos os dias. já o meu avô, é um homem à antiga.
e aqui chega o problema, o casamento deles, não aconteceu por amor (...) foi naquele tempo em que os casamentos eram escolhidos pelos de fora, e isso era o suficiente para se casarem, e assim foi. estiveram juntos até agora, sendo que nunca foram de muitas manifestações de carinho, foram cada vez desligando-se mais, cada um com os seus problemas, com a suas discussões e tudo mais, eram apenas "um casal" na mesma casa, não um casal como marido e mulher. eles são diferentes, a minha avó é moderna, adora ir para os bailes, enquanto o meu avó é um homem do campo, que parou no tempo. devido a muitos acontecimento da vida, as coisas complicaram-se. à cerca de um ano a minha avó começou a sair cada vez mais, para os bailes, e isso, e hoje percebo que talvez à procura do carinho que não tinha em casa. e chegou o momento em que não se aguentam mais como casal. infelizmente as coisas chegaram a um nível em que a minha avó pediu o divórcio, é verdade à umas semanas que andamos nisto, e aos 60/70's anos vão-se divorciar, ou pelo menos a ideia está em mente, porque querem que fique tudo como está, também para não afetar a família, e ficam amigos, na mesma casa, a única diferença é que são livres no papel. a verdade é que isto afetou a família sim, talvez o meu pai nem tanto, mas os 2 irmãos, sim! demasiado, felizmente as coisas vão-se compondo e aceitando as coisas gradualmente, pois também sabem que ambos falharam muito, erraram muito e terão de assumir as consequências. agora vem outro problema, eu acho que a minha avó tem um "companheiro", ou melhor tentou arranjar alguém que substitua o lugar e o carinho que faltava com o meu avô. eu não me imagino nesta situação e parece que perdi toda a confiança nela, evito-a, pouco falamos e desligo-me totalmente do assunto (...). com tudo isto os domingos em família foram afetados, e o convívio é muito menos, espero que as coisas melhorem, POR FAVOR.
obrigado, e peço desculpa, é que as mãos tremiam tanto, as lágrimas escorriam em demasia e o coração batia tão forte, que misturei tudo, e talvez não tenham percebido onde quero chegar, mas valeu a intenção. prometo que a partir de agora explicarei melhor tudo isto.

beijinho, sofia.

20 comentários:

  1. mas o que se tem passado? queres falar?

    ResponderEliminar
  2. eu tenho pena :c
    mas isso passa, afectou-te porque era uma "melhor amiga". isso irá passar. força.
    mil beijos.
    juza

    ResponderEliminar
  3. doeu-me tanto ler isto :s
    a tua avó não tem culpa fofinha, tens de tentar perceber o lado dela e ficar feliz por realmente ela ter aquilo que todas as mulheres merecem :c

    ResponderEliminar
  4. A tua avó não tem culpa disto. Ela também merece ser feliz e se o teu avô não lhe dá felicidade ela teve que recorrer a outra pessoa , tem o seu direito. Desde que ela não falte ao respeito para contigo , está tudo bem.
    Pensa nisso e muita força. :c

    ResponderEliminar
  5. Não tens que te desligar da tua avó desta maneira que sempre te apoiou e gosta imenso de ti pelo que deste a entender. ela tem de ser feliz. ''mais vale tarde que nunca'' e se ela nunca foi o resto da vida ao menos que seja nestes ultimos tempos. Tens de a apoiar, se gostas assim tanto dela tens de lhe dar força porque provavelmente ela deve ter sofrido imenso e durante bastante tempo. Toda a gente merece ser feliz e finalmente vi conseguir. Se esse 'companheiro' lhe der essa felicidade optimo é disso que ela precisa! Tu e a tua familia têm de ter muita força e superar isso que a fim ao cabo, não é um problema, já foi agora está resolvido porque os teus avós podem ser felizes, não devem fazer disto algo macabro. Desejo-te muita boa sorte e muita força querida :)*

    Adorei o blog e vou-te seguir*

    martalmeida-photography.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Tenta que isto não afecte os restantes familiares :x de nada, obrigado eu :) (ainda não apareces nos seguidores querida!)

    ResponderEliminar
  7. Vendo as coisas por esse ponto de vista,tens toda a razão razão. Ter uma avó com um companheiro da idade do seu pai , até eu não iria entender ou aceitar. Fala com tua avó sobre isto , mostra-lhe que não pode ser egoísta assim. Espero ter ajudado princesa. :3

    ResponderEliminar
  8. http://www.facebook.com/photo.php?fbid=382888585089054&set=a.382786995099213.91159.264167150294532&type=3&permPage=1
    Ajuda-me a ganhar, põe gosto e divulga pf!

    ResponderEliminar
  9. não precisas de ter vergonha ! mas orgulho : então a tua avó esta à procura da sua felicidade ! não a evites , não foi ela que esteve sempre contigo , agora é a tua vez !

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que pude ajudar :) sim já aparece *

    ResponderEliminar