quarta-feira, 22 de agosto de 2012

hoje faço anos, 17. mas sinceramente? não parece. um dia como todos os outros. e sinto-me bem embaixo. porque? não sei. talvez nós esperemos demasiado "destes" dias, ou das pessoas. e agora aguento com esta angustia que me aperta o peito e me corre pelas veias. tinha tanta necessidade de voltar a escrever, e então voltei. dois meses longe, mas estou de regresso a este meu cantinho que tanto me fazia falta. era suposto ainda estar a festejar, estar em família, brindar com champanhe, ter cantado os parabéns, e a minha mãe ter chegado, ter-me dado os parabéns ou algo do gênero, não era? mas querem saber? deixou-me um recado na mesinha de cabeceira, onde no fim dizia: parabéns beijo. pode ser tudo muito lindo, mas eu preferia o silêncio, e apenas o calor do abraço dela. valia por todas as palavras. bem, vou esperar que o amanhã seja melhor :) boa-noiteeee.

1 comentário:

  1. *Tenho um selo para te propor (:
    (Basta ires ao meu blog e clicares em 'selos')

    ResponderEliminar